IAGRO

REGISTRO ON-LINE DA VACINAÇÃO CONTRA BRUCELOSE

O QUE É ESTE SERVIÇO

Registro online no Sistema E-SANIAGRO (www.gap.ms.gov.br) da vacinação contra brucelose, obrigatória em fêmeas bovinas e bubalinas de 3 a 8 meses de idade.


QUEM PODE UTILIZAR ESTE SERVIÇO

Produtor rural que possua fêmeas das espécies bovina e bubalina na faixa etária de três a oito meses, com ficha sanitária devidamente cadastrada na IAGRO, com acesso por login e senha.


CARACTERÍSTICA DO SERVIÇO

Online


DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Receituário e atestado de vacinação contra brucelose emitido por médico veterinário cadastrado pela IAGRO no Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal –PNCEBT.


ETAPAS DE PROCESSAMENTO DESTE SERVIÇO

Etapa 1 – Aquisição da vacina em revendas cadastradas pela IAGRO, mediante a apresentação de receituário emitido pelo médico veterinário responsável pela vacinação, com posterior emissão pelo estabelecimento de comprovante de aquisição da vacina e nota fiscal.

Etapa 2 – Realização da vacinação das fêmeas na propriedade sob responsabilidade de médico veterinário cadastrado pela IAGRO no PNCEBT.

Etapa 3 – Registro do atestado de vacinação no sistema E-SANIAGRO.


CUSTO DESTE SERVIÇO

Serviço gratuito.


PRAZO MÁXIMO PARA ATENDIMENTO

Etapa de janeiro a junho, a declaração deverá ser realizada até 30 de junho do ano de vacinação.

Etapa de julho a dezembro, a declaração deverá ser realizada até 31 de dezembro do ano de vacinação.


CANAIS DE ACESSO A ESTE SERVIÇO

Portal online: http://www.gap.ms.gov.br

Unidades Locais da IAGRO. Help Desk 0800 647 6713.


CANAIS DE COMUNICAÇÃO AO USUÁRIO

Unidades Locais da IAGRO. Help Desk 0800 647 6713.


CANAIS PARA APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÕES DOS USUÁRIOS SOBRE A PRESTAÇÃO DO SERVIÇO


COMPROMISSO DE ATENDIMENTO

Manter disponibilizado vinte e quatro horas por dia, sete dias da semana o acesso ao sistema para realização da atividade proposta pelo serviço.


LEGISLAÇÃO

Portaria IAGRO n° 3.617 de 28 de maio de 2019.


OUTRAS INFORMAÇÕES

A não vacinação contra brucelose e a não declaração conforme estabelecido na Portaria IAGRO n° 3.617/2019, sujeita o proprietário dos animais às sanções legais previstas na legislação vigente no Estado.


ELABORADO POR

Daniela de Oliveira Cazola – matrícula 16069021

Criada em 14.08.2020


SVG Essa informação foi util?